Porque a "democracia representativa" não funciona:

Porque a "democracia representativa" não funciona:

1 - O povo só é convidado a participar de 4 em 4 anos, tendo sua opinião dispensada ou menosprezada o resto do tempo. A presença do povo só é importante para legitimar esse sistema político podre e ineficiente.

2 - Seu voto nem sempre vai pra quem você votou.

3 - A qualidade dos candidatos, geralmente, não é garantida. Mesmo que a quantidade de votos que ele receba seja grande. Aliás, até mesmo antes de serem votados, é difícil que encontremos algum candidato de qualidade (ou seja, que conheça de todos os aspectos de gestão pública ou das reais necessidades do país). Pelo contrário: geralmente são aventureiros, no máximo com boa vontade, mas despreparados. Quando não, claramente mal-intencionados.

4 - Muita gente nem sabe em quem está votando. Devido ao voto ser obrigatório, muita gente vota de qualquer jeito, decide quase aleatoriamente, ou pelo candidato que lhe PARECE mais "simpático", que diga duas ou três fases de efeito que lhes agradem.

5 - As urnas eletrônicas são facilmente burláveis. É necessário outro sistema de votação, com voto impresso e auditado por entidade não corruptível.

4 - Pode causar grandes divisões políticas no país, desestabilizando o país politicamente e economicamente, tornado presa fácil aos predadores internacionais.

5 - O que existe na verdade é uma cleptocracia representativa, com características partidocráticas - onde poucos partidos se revezam no poder e onde vemos sempre as mesmas caras, que nunca resolvem nada.
Uma "cleptocracia representativa", onde os corruptos tem como interesse maior se locupletarem e aos corruptores que, esses sim, eles representam. Votando leis que os favorecem, aumentando seus próprios salários e protegendo-se uns aos outros em grande "sindicato de ladrões, uma verdadeira máfia, cujo único interesse e função é sugar o dinheiro do contribuinte.

6 - Completando, o item acima: O Estado, na "cleptocracia representativa", tem como principal função confiscar o dinheiro do contribuinte para:
A - gastá-lo mal, onde quer e como quer, a despeito dos reais problemas da sociedade, que ficam irresolvidos; não servindo à esta com infra-estrutura necessária ou serviços básicos (saúde, educação, segurança) ao menos decentes.
B - O que não gastam mal, ou de acordo com seus interesses e não de acordo com os interesses da sociedade contribuinte, desviam, roubam!

7 - Por seu caráter farsesco, é perigosa; pois dá ao povo a falsa impressão que tem poder decisório na sociedade e camufla quem é favorecido por ela, quem trabalha em desacordo com os interesses do povo, oculto em uma multidão totalmente desnecessária de centenas de parasitas políticos.

8 - Como foi demonstrado, a "cleptocracia representativa", não representa a sociedade contribuinte que a elegeu. Representa uma minoria de corruptores e corruptos. Estes, uma verdadeira classe parasita (políticos), que não resolve os problemas da sociedade ou por falta de conhecimento técnico ou por simples desconhecimento dessas necessidades ou por falta de vontade política ou pura má-intenção no exercício da função pública. Além disso, a "cleptocracia representativa", tem um processo eleitoral ineficiente e pode enfraquecer politicamente e economicamente o país, quando causa dissensão na sociedade, por motivos meramente políticos, partidários.

Compartilhar no Google Plus

About Legio Romagno

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário